Projetos

O grande espetáculo



Um dia, um homem com grande capacidade artística, decidiu escrever uma peça de teatro. Este homem dedicou muito do seu tempo para criar cada detalhe, criou a personalidade de cada personagem, criou com cuidado os cenários, gastou tempo verificando toda a iluminação. Para que sua peça fosse considerada uma verdadeira obra prima.
  Depois de anos escrevendo e trabalhando este homem decidiu começar a fazer a seleção para os atores que iriam contracenar esta magnífica peça teatral. Com grande dificuldade de achar atores bons, utilizou cada ator que vinha até Ele em um lugar no espetáculo, não dispensou ninguém, pois o elenco que precisaria era mui grande.
Após meses de ensaio, com grande dedicação do Elenco e do autor (que também se tornara diretor, por falta de pessoal qualificado), o medo, a tristeza, e outros sentimentos negativos tomaram conta do elenco, pois não havia talento em nenhum deles. Mas o autor (e também diretor) estava sempre sorridente e isso ajudava a melhorar o clima dos ensaios, porem havia um momento do ensaio que reinava um silencio, até mesmo para o diretor, este momento era as falas do protagonista. Desde o começo da seleção ninguém nem ao menos se arriscou a interpretar as falas do protagonista (por serem elas, bastante complexas), e por esse motivo, o autor que tinha decorado todas as falas, sempre ensaiava no papel de protagonista, todos sentiam medo de a peça nunca entrar em cartaz, por faltar o ator principal. Mas o entusiasmo do diretor (que também era o autor), fazia todos acreditarem que ia aparecer um ator bom o suficiente para fazer o papel principal.
Com o tempo, os atores acostumaram com a forma de o autor dirigir, e tudo acontecia com uma perfeição profissional (mesmo os atores, não sendo bons), a peça era maravilhosa, os atores já tinham decorado suas falas, a única coisa que faltava era o protagonista. Todo o trabalho de meses seria em vão, caso não aparecesse uma pessoa boa o suficiente para o papel. Então foi marcada uma reunião, e todos acreditavam que seria para informar que os recursos haviam acabado e que a peça não aconteceria, mas com um sorriso no rosto o diretor informou que tinha agendado a estreia do espetáculo. E em relação ao personagem principal, Ele mesmo contracenaria.
E dessa forma a peça aconteceu, e ficou tudo perfeito. No final todos aplaudiram de pé, e homenagearam o Autor, Diretor e Protagonista. Pois Ele escreveu uma excelente obra (talvez uma dAs melhores de todos os tempos), confiando em pessoas que não tinham nenhum talento, transformando-as em artistas de qualidade, e também pela sua atuação na peça, que salvou o espetáculo.

2 Responses
  1. mare Says:

    Muito bonita a história, amei